sexta-feira, 14 de agosto de 2020

A PALAVRA DOS REFORÇOS

 

O reforço Luca Waldschmidt (ex-Friburgo) garantiu que ter assinado pelo Benfica foi o passo certo para continuar a crescer e está pronto para ajudar o clube com golos e assistências.

«Estou muito feliz por estar aqui e quero ajudar o clube a atingir os objetivos que pretenda. Vim para um grande clube e quero tornar-me melhor jogador. Quero marcar golos e assistir os meus companheiros. Queremos ter sucesso», afirmou Waldschmidt, na apresentação.
O avançado acredita que o seu estilo de jogo é adequado ao Benfica.
«Encaixa nas minhas características. O Benfica joga ofensivamente e eu jogo desse modo. Acho que é realmente bom.»
O Benfica anunciou a contração de Jan Vertonghen. O belga de 33 anos assinou até 2023 e durante a apresentação fez questão de explicar os motivos que o levaram a rumar ao Estádio da Luz.
«Joguei seis anos na equipa principal do Ajax, oito no Tottenham e acho que isso mostra a minha forma de estar no futebol. Gosto de estabilidade, continuidade e foi isso que o Benfica me ofereceu. Acabou por ser muito importante na minha escolha. Além disso, senti grande confiança dos responsáveis e quero recompensar isso dentro de campo», começou por explicar.
Vertonghen mostrou ainda ambição de águia ao peito.
«O Benfica tem a mesma ambição que eu e procura alcançar coisas importantes no campeonato e na Europa. Eu vim para ganhar troféus e estou no clube certo. Se olharem, percebem que o Benfica é uma grande equipa e temos já o objetivo de continuar a jogar na Liga dos Campeões e acho que podemos conseguir», concluiu.
Sobre o facto de contar com o compatriota Weigl.
«Conversei com Weigl e Seferovic e ambos falaram muito bem do clube. Acho que me vai ajudar muito ter aqui alguém que fale alemão e ajude na integração.»
A língua portuguesa é muito diferente do alemão, mas o avançado já sabe algumas palavras.
«Sei dizer Sim e Não. Também falo um pouco de espanhol, mas quero aprender português.»
Everton Cebolinha foi apresentado esta sexta-feira pelo Benfica. O extremo brasileiro de 24 anos assumiu a importância de Jorge Jesus na escolha.
«Tive boas referências do Jorge Jesus, os jogadores que trabalhavam com ele, disseram-me que era um excelente treinador. E consegui comprovar isso com a conversa que tive com ele, nada relacionado com jogo do Internacional, só para vir para este projeto. Ele teve importância na minha escolha. Quis experimentar o trabalho dele e tenho a certeza que vou crescer muito com Jesus», começou por dizer.
O novo 7 das águias mostrou ainda um discurso de ambição.
«Estou a realizar o sonho de jogar na Europa, num clube como o Benfica. E, como qualquer jogador que chega, quero fazer história e isso só vai acontecer com títulos. Fiz a escolha certa», concluiu.

Sem comentários:

Publicar um comentário