sábado, 14 de dezembro de 2019

UM 4-0 NA ESCALA DE PIZZI


O Benfica goleou, este sábado, o Famalicão (4-0) em partida a contar para a 14.ª jornada da I Liga. Marcaram Vinícius e Pizzi (2) e Caio Lucas.
Os encarnados têm 'passeado' no campeonato português, desde que Bruno Lage assumiu o comando do Benfica: Só não venceu duas partidas no campeonato, frente ao Belenenses (empate) e FC Porto (derrota).
Já a formação de João Pedro Sousa tentava quebrar um ciclo negativo, já que somava quatro partidas sem vencer no campeonato.
Apesar de ser uma das equipas mais concretizadoras do campeonato (26 contra 25 do FC Porto), a equipa nortenha era no entanto, uma das equipas que mais golos averbaram, com 21 tentos encaixados.
Para esta partida, Lage voltou a repetir o onze que tem sido chave nos últimos jogos.
O encontro começou dividido na Luz, com o Famalicão a conseguir atenuar o habitual ímpeto inicial da equipa encarnada.
O Benfica até entrou quase a passo, com o Famalicão a tentar dar um ar da sua graça através dos seus extremos: Fábio Martins e Lameiras. Um dos primeiros sinais até surgiu por intermédio da equipa do Famalicão. Lameiras colocou a bola em Fábio Martins que atirou em arco, sem problema para Vlachodimos. Voltou a ameaçar a equipa nortenha à passagem da meia hora, num pontapé de Pedro Gonçalves, sem problemas para Vlachodimos.

Decorria a meia hora e Pizzi tentou abrir o livro. Grande jogada do médio encarnado, a passar por meio mundo, mas depois conseguiu bater Defendi. O Benfica crescia e procurava o golo antes do descanso. Cervi teve perto, num pontapé que sai desviado e assustou a defensiva famalicence.
Já perto do intervalo, aos 39´, o Benfica conseguiu o que mais queria: Ir para o intervalo em vantagem. Depois de um boa arrancada na direita, Chiquinho cruzou para a área, e surgiu o inevitável Vinícius a encostar para o primeiro. Excelente jogada coletiva dos encarnados.
Depois de um período em que o Famalicão conseguiu anular as iniciativas do Benfica, a equipa de João Pedro Sousa via-se obrigada a entrar com tudo na segunda parte para tentar recuperar da desvantagem.
A segunda parte começou da pior forma para o terceiro classificado na Liga, e da melhor maneira para equipa de Bruno Lage. Nova iniciativa de Chiquinho (48´), a cruzar atrasado, a bola sobrou para Pizzi que à entrada da área rematou e apontou o 10.º golo na I Liga.
Com o segundo golo do Benfica, o Famalicão via-se obrigado a subir linhas e a expor-se.
Os visitantes tinham dificuldade em criar perigo junto à baliza de Vlachodimos, já que não conseguiam ligar o seu jogo ofensivo. Para além disso ia abrindo espaço nas suas costas.A equipa de Bruno Lage acabou por matar o jogo à passagem do minuto 63´. Chiquinho assistiu Pizzi, que já na área tirou Álex Centelles do caminho e rematou de pé esquerdo para o fundo da baliza.
Lage refrescou no último período do encontro com as entradas de Seferovic, Jota e Caio Lucas perante mais de 50 mil espectadores na I Liga.
A um minuto do fim, ainda deu tempo para Caio Lucas se estrear a marcar com a camisola do Benfica. O jogador tirou um adversário do caminho e rematou rasteiro para o fundo da baliza.
É notória a ascensão exibicional da equipa encarnada, desde que Bruno Lage começou a utilizar de forma recorrente este onze base, com Chiquinho e Vinícius na frente, e com Taarabt e Gabriel. Já a fiabilidade na Liga tem sido uma das grandes forças da equipa de Bruno Lage.
O Benfica cumpriu a missão, segura o primeiro lugar em 2019, e coloca pressão sobre o FC Porto.

Sem comentários:

Publicar um comentário