segunda-feira, 31 de março de 2014

JESUS RECONFORTOU RODRIGO


DESPERDIÇA PENÁLTI E JESUS TENTA LEVANTAR ÂNIMO

 

As grandes penalidades voltaram ontem a ensombrar um jogo do Benfica, desta vez sem prejuízo de pontos. ao contrário do que aconteceu em Barcelos. Em período de compensação, Rodrigo atirou para defesa de Eduardo e, quando recolhia ao balneário, foi reconfortado por Jorge Jesus, que procura animar o atacante espanhol nascido no Brasil.

Já em período de compensação, o camisola 19 caiu na área dos bracarenses, num lance com Miljkovic. Pedro Proença não hesitou em apontar a marca de castigo máximo. Rodrigo, que havia feito a assistência para Lima, pegou na bola, como indicando que queria ser ele a marcar.

O brasileiro e melhor marcador das águias, que tinha mais uma oportunidade de se aproximar da liderança da Bota de Ouro, ainda se acercou de Rodrigo, com quem travou curto diálogo. O jogador formado no Real Madrid acabaria por atirar, de pé esquerdo, mas Eduardo opôs-se com êxito.

Gesto

Ainda no relvado, Jesus – que não comentou este momento, porque só foram permitidas quatro perguntas na conferência de imprensa, às televisões –, teve tempo de fazer um gesto de conforto, antes de entrar no túnel de acesso ao balneário.

Ontem, a grande penalidade falhada não hipotecou o triunfo, ao contrário do que aconteceu no terreno do Gil Vicente, onde oBenfica empatou (1-1). Nos instantes finais, os encarnados beneficiaram de um castigo máximo. Cardozo, acabado de regressar de longa paragem, falhou, depois de Lima já ter convertido uma com sucesso. No final, Jesus explicaria que Cardozo, Lima e Rodrigo são os eleitos para marcar e que têm autonomia para decidir.

Sem comentários:

Publicar um comentário