quinta-feira, 28 de abril de 2016

MAIS UMA FINAL PARA GANHAR


Na conferência de antevisão do jogo desta sexta-feira, no Estádio da Luz, ante o V. Guimarães, o treinador do Benfica não tem dúvidas que o adversário, que já não tem hipóteses de garantir um lugar na Liga Europa (e já assegurou a manutenção), irá apresentar-se… descontraído mas focado em pontuar.

«O jogo com o V. Guimarães vai ser mais uma final e não vai ser fácil vencermos. Será, como tem sido tradição, um desafio difícil para o Benfica, até porque o adversário nada tem a ganhar, uma vez que já não tem hipóteses de garantir um lugar nas competições da UEFA e já assegurou a manutenção. Talvez por isso, espero uma equipa descontraída, no bom sentido, mas a dimensão do Vitória é enorme, logo vão querer pontuar. Respeitamos muito o adversário mas queremos pontuar», assinalou Rui Vitória.

A (provável) saída de Renato Sanches no final da época também foi tema de conversa na conferência de imprensa de antevisão à receção de amanhã ao V. Guimarães, equipa comandada por Sérgio Conceição.
Rui Vitória recusou-se a fazer a antevisão do clássico entre o Sporting e o FC Porto, sublinhando que a sua equipa está apenas focada no encontro frente ao Vitória de Guimarães.
"Preocupa-me a minha final de amanhã. Temos vindo a trabalhar assim. Focar muito em nós e no nosso desempenho. Isso é após o nosso jogo. Se a gente fizer o nosso trabalho, fico encantado", afirmou Rui Vitória em conferência de imprensa.
Confrontado com as notícias que dão conta da partida do médio – os ingleses do Manchester United parecem liderar o rol de interessados -, 

Rui Vitória foi direto ao assunto. E passou a bola para o presidente. 

«É um assunto que, honestamente, não me diz respeito. Se o Renato vai sair no final da temporada é uma daquelas perguntas que tem de ser colocada a Luís Filipe Vieira, porque o presidente é quem define o futuro do Benfica e dos jogadores. O que posso dizer é que o Renato tem passado com distinção em todos os exames, por isso é que é titular no Benfica. Apesar de ter apenas 18 anos, felizmente não tem tido quebras de rendimento», justificou o treinador das águias. 

Questionado sobre a nomeação do setubalense Bruno Paixão para arbitrar o jogo de amanhã e confrontado com as palavras de Bruno de Carvalho (o presidente do Sporting mostrou-se contra a nomeação de um árbitro não internacional para um desafio do Benfica), Rui Vitória foi diplomático na resposta.

«Não estou minimamente preocupado se Bruno Paixão é árbitro internacional ou não. A única certeza que tenho é que vai ter trabalho, mas isso é normal para um árbitro. Há qualidade na arbitragem portuguesa», assinalou. 

O guarda-redes brasileiro Júlio César, afastado da titularidade desde o jogo com o Sporting, a 5 de março, no Estádio José de Alvalade, desafio que terminou com a vitória do clube da Luz, por 1-0, golo do internacional grego Mitroglou – falhou os últimos 10 desafios da águia devido a lesão no adutor direito – não vai ser convocado para a receção de amanhã ao Vitória de Guimarães.

Garantia de Rui Vitória.

«O Júlio César ainda não está fisicamente disponível, por isso não joga amanhã», vincou o treinador dos bicampeões nacionais.

Sem comentários:

Publicar um comentário